segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Transitividade verbal: objeto direto e indireto.

Quando a ação do verbo precisa de um complemento, um objeto, para ser totalmente compreendida, dizemos que esse verbo é transitivo. O verbo cuja ação não necessita de complemento é chamado de intransitivo. Quando estudamos essa necessidade que um verbo tem ou não de complemento, chamamos a isso de transitividade verbal.


VERBO -----) Transitivo ou intransitivo

Observação: O prefixo TRANS, de algumas palavras da língua portuguesa, deriva da preposição latina trans que quer dizer "para além de". Assim, verbo transitivo é aquele cujo sentido vai além dele.

Os verbos transitivos que se ligam ao objeto sem preposição obrigatória chamam-se transitivos diretos. Os que se ligam ao objeto por meio de uma preposição obrigatória são chamados transitivos indiretos.

O complemento do verbo que se liga diretamente a ele, sem preposição, chama-se objeto direto. Aquele que se liga ao complemento por meio de uma preposição chama-se objeto indireto.

Alguns verbos podem aceitar complementos com preposição e sem preposição dependendo do significado do verbo no contexto. Esses verbos são chamados transitivo direto e indireto.

A transitividade é determinada pelo contexto.
Observe as orações:

- Ele sonhou um sonho lindo. (Verbo transitivo direto. Objeto direto: um sonho lindo)

- Ele sonhou durante toda a noite. (Verbo intransitivo)


Ita est!
Prof. Zanon

9 comentários:

  1. é mais ou menos ;X mas deu pra ajuudar axo!!!


    meu msn: xdpedroxd@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. deu para entender bastante pois estava com muita dificulade

    ResponderExcluir
  3. gostei espero me dar bem

    ResponderExcluir
  4. gostei,espero que me ajude a passar na prova!

    ResponderExcluir
  5. espero qe me ajude a passar na provaa de amanha!

    ResponderExcluir
  6. ta mais ou menoos mais ou menoos

    ResponderExcluir
  7. gostei muito da materia fala tudo e me ajudou muito em lingua portugursa

    ResponderExcluir
  8. afs que materia chata

    ResponderExcluir
  9. dei tchau as duvidas!

    ResponderExcluir

Minha foto
Sou um professor apaixonado pela educação, pela literatura, pela língua portuguesa e pela arte de escrever. Como tantos educadores, um idealista. Fascina-me a incomensurável capacidade de transformação do ser humano. Por que me ufano da minha profissão? Porque sei que quando leciono, não estou apenas passando conteúdos, mas também destruindo mitos, dogmas e raciocínios falaciosos que cerceiam a liberdade humana.